Banner Topo Grande Teste

Pra. Juliana Salles se manifesta: “Não consigo acreditar”
07/06/2018 - 14h34 em Mundo Cristão

A pastora Juliana Salles quebrou o silêncio nesta terça-feira (5) e falou sobre a acusação de seu marido, George Alves. Ao portal Tribuna Online, ela disse que ainda não conseguiu viver, de fato, o luto. A pastora afirmou que não sabe em que versão acreditar porque, para ela, “George nunca teve traço nenhum daquilo que falaram”.

– Estou confusa. Eu, como esposa do George há cinco anos, não consigo ver que foi com esse homem que a polícia descreveu que eu me casei – revelou.

Juliana está na casa dos pais dela desde o dia da morte de seus filhos Joaquim e Kauã. Ela afirma que não consegue sair da residência por medo de ser atacada ou de machucarem seu filho mais novo.

– Eu não tenho saído de casa e nem olhado a internet. Não consigo ir na frente do portão da casa dos meus pais. Tenho recebido ameaças escritas no meu portão. É horrível! Fazem piada e ameaças em frente à casa dos meus pais – declarou.

A pastora falou que ainda não decidiu se irá visitar o marido na prisão e nem se continuará morando em Linhares, no Espírito Santo. Perguntada sobre o dia em que recebeu a notícia da morte dos filhos, revelou que recebeu uma ligação de George, que se mostrou muito atordoado.

– Eu recebi uma ligação do George às duas e pouco da manhã, muito desesperado, dizendo o que estava acontecendo, mas alguém tomou o telefone da mão dele e desligou. Logo depois, um bombeiro falou comigo que a casa estava pegando fogo e que ele (bombeiro) não acreditava que as crianças estivessem lá dentro. Nesse momento, eu imaginei que algo de grave havia acontecido – contou na entrevista.

Juliana também mandou um recado para os membros da Igreja Batista Vida e Paz, de onde é pastora, agradecendo aos que lhe dão apoio e pedindo que as pessoas “sejam mais humanas e também acreditassem na humanidade”.

Fonte: Pleno News

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE