Banner Topo Grande Teste

Transformista cantará sobre romance gay no Criança Esperança
30/07/2018 13:48 em Brasil

O cantor, compositor e transformista pernambucano Johnny Hooker confirmou que irá participar do Especial Criança Esperança, que será exibido no dia 20 de agosto, pela rede Globo.

Hooker também já adiantou que vai subir ao palco para cantar a música "Flutua", gravada em parceria com outro cantor drag queen e que fala de um romance entre dois homens.

"Baby, eu já cansei de me esconder / Entre olhares, sussurros com você / Somos dois homens / E nada mais", diz um trecho da música.

O cantor é conhecido não apenas por sua constante militância em prol do movimento LGBT, mas também por ter chegado a ofender o cristianismo em uma de suas apresentações, levando o público a acompanhá-lo, gritando que "Jesus é travesti".

Mas Johnny não gera polêmica apenas em sua militância a favor do movimento LGBT e da ideologia de gênero. O primeiro álbum de sua carreira solo também chamou a atenção pelo nome "Eu Vou Fazer uma Macumba pra Te Amarrar, Maldito!".

 

Conteúdo distorcido

 

Nos últimos anos, a programação da Globo tem sido cada vez mais voltada para promover sua agenda de apoio ao movimento LGBT, feminismo e ideologia de gênero. De acordo com a psicóloga Marisa Lobo, especialista em Direitos Humanos, tais conteúdos minimizam os riscos e futuros sofrimentos.

“Eles promovem esta doutrinação indiscriminadamente. Esta é a questão problemática. Podemos falar a verdade sem preconceito? Sim. Mas como falar se a verdade já está estigmatizada como preconceituosa? Temos que mentir para não ofender ou até mesmo nos calarmos?”, questiona a especialista.

“A rede Globo, na tentativa de acabar com preconceito promove a disforia de gênero. Temos que ser honestos, mas infelizmente estão fazendo irresponsavelmente malabarismo com a ciência”, Marisa observa.

Para o pastor Joel Engel, as famílias devem estar atentas às imoralidades promovidas pela emissora. “Além de promover valores distorcidos e doutrinar a sociedade através de suas telenovelas, a emissora exclui o contraditório de suas reportagens e programas de auditório, garantindo a hegemonia de uma única linha de pensamento”, destaca.

Fonte: Guia-me

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE