Banner Topo Grande Teste

Pastor inicia igreja virtual para gamers
06/08/2018 15:15 em Tecnologia

Uma igreja virtual foi lançada para gamers. O pastor Matt Souza, 27 anos, que vive em Richmond, Virgínia (EUA) decidiu usar a plataforma de streaming Twitch para transmitir sermões e estudos.

Ordenado pela Assembleia de Deus, Souza é fã de videogames e decidiu iniciar em 2016 um projeto missionário com o nome de GodSquad [Esquadrão de Deus]. Seu objetivo declarado era alcançar “indivíduos que tendem a ser ateus e não gostam de religião”. Mais de uma década atrás, no início do seu ministério, ele usava uma sala da igreja que pastoreava para reunir jovens para jogarem games e conversar sobre a Bíblia.

O Twitch transmite pessoas jogando games em tempo real e os usuários podem acompanhar. O pastor passou a usar a plataforma e, enquanto joga, vai falando sobre Deus e a fé cristã. Em alguns vídeos ele fala sobre “princípios éticos e morais” no mundo virtual, incentivando os jogadores a não jogarem, por exemplo, Grand Theft Auto por causa da sua promoção de  matança e conteúdo sexual.

Depois de um tempo, decidiu usar o Twitch para iniciar uma igreja virtual ao perceber sua crescente popularidade e influência especialmente entre os jovens. Desde julho no ar, a GodSquad Church tem 1.800 membros e mantém aproximadamente 4.000 visualizações por mês de seus sermões.

Christopher Benek, um pastor que escreveu extensamente sobre questões de tecnologia, acredita que Souza está fazendo algo importante, e argumenta que, embora sua “igreja” possa parecer pouco convencional, não deve ser ignorada.

“Em 1 Coríntios 12:14, o apóstolo Paulo escreve sobre o valor de ter diferentes partes do corpo que compõem a igreja. Matt Souza é parte do corpo de Cristo e está tentando usar a tecnologia para o bem. Acredito que deveríamos encorajar mais cristãos a aprender a usar a tecnologia para o avanço da nossa mensagem. Não vejo como ministrar às pessoas em um ambiente digital é menos importante que um pastor usar o telefone para convidar pessoas ou evangelismo na televisão”, disse Benek.

Ele está convencido que o mundo vem mudando rapidamente pelo uso da tecnologia e a maioria dos pastores perdem grandes oportunidades porque “não estão vendo além de suas quatro paredes”.

 

Relacionamentos reais no ambiente virtual

 

Souza disse ao Washington Post que ele nunca acreditou que a igreja deva ser reduzida a um lugar de cultos, mas é, fundamentalmente, a promoção de uma comunidade mais ampla. Ele entende que é possível promover relacionamentos reais mesmo em um ambiente virtual.

Conta, por exemplo, que em breve viajará à Carolina do Norte para oficiar o casamento de dois de seus fiéis. Também irá batizar uma mulher de Houston (Texas) que ele levou ao Senhor quando a conheceu em uma conferência voltada para gamers.

“[Jesus] sempre foi para onde as pessoas estavam”, disse Souza. “Uma das grandes [mídias] que conectam pessoas hoje em dia são os videogames – e eu acredito 100% que se Jesus estivesse aqui andando na terra hoje, ele estaria jogando porque saberia que ali estão pessoas necessitando [da salvação]”.

Acrescenta ainda: “Em qualquer lugar as pessoas se reúnem, mesmo digitalmente, com um interesse comum, há uma comunidade. Se falam sobre os ensinamentos de Jesus, por definição, são uma comunidade cristã”.

Fonte: Gospel Prime

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE