“Vamos orar pela intervenção de Deus!”, diz secretário em reunião com Donald Trump
29/03/2020 18:57 em Mundo Cristão

A posição do governo dos Estados Unidos diante da pandemia do novo coronavírus não é apenas na esfera da política e da medicina, mas também no campo espiritual. Isso é possível confirmar, por exemplo, através de uma reunião feita com o presidente Donald Trump recentemente.

Segundo informações da emissora CBN News, o presidente Trump fez uma teleconferência com autoridades do seu país, entre elas o vice-presidente Mike Pence e o secretário de Estado Ben Carson.

Ao abordar o problema da pandemia, eles incentivaram uns aos outros a se colocar diante de Deus em prol dos Estados Unidos da América. “Você está entrando com as mãos e os pés em sua fé”, disse o vice-presidente aos pastores presentes na reunião. Ben Carson, por sua vez, encorajou o grupo dizendo: “Deus ainda tem a mão nesta nação”.

A teleconferência foi organizada pelo The Family Research Council [Conselho de Pesquisa da Família] e liderado por seu presidente, Tony Perkins. A iniciativa foi mais uma demonstração de fé em Jesus Cristo da alta-cúpula no comando dos Estados Unidos.

O vice-presidente chegou a citar os versículos 22 e 23 do capítulo 3 de Lamentações, que diz: “O amor do Senhor não tem fim! Suas misericórdias são inesgotáveis. Grande é sua fidelidade; suas misericórdias se renovam cada manhã”.

Em outra ocasião, o presidente Donald Trump já havia externado a necessidade do país orar a Deus contra a pandemia. “Não importa onde você esteja, encorajo você a se voltar para a oração em um ato de fé. Juntos, vamos facilmente prevalecer!”, afirmou o chefe de Estado ao anunciar o Dia Nacional e Oração contra a pandemia.

“Enquanto continuamos a enfrentar os desafios únicos impostos pela pandemia de coronavírus, milhões de americanos não conseguem se reunir em suas igrejas, templos, sinagogas, mesquitas e outras casas de culto, mas neste momento,não devemos deixar de pedir a Deus mais sabedoria, conforto e força, e devemos orar especialmente por aqueles que sofreram danos ou que perderam entes queridos”, completou o presidente.

Fonte: Reprodução Gospel +

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE